Urano em Touro

A influência de Urano por cada Signo dura aproximadamente 7 anos. Em Maio de 2018, saiu de Carneiro e ingressou nos domínios de Vénus, em Touro. Portanto, até 2026, Urano será influente nos graus deste signo.

Vénus rege tudo o que acontece nestes domínios, portanto tal influência uraniana irá testar o tipo de idealização que temos sobre a nossa identidade e imagem pessoal e o que achamos que deve alterar em termos estéticos. Provocará os gostos pessoais e os parâmetros de beleza, revelará aquilo que mais odiámos e criticámos visceralmente numa espécie de confrontação com os vários reflexos externos, assim como pelos rumores e opiniões. Será o agente da provocação sobre aquilo que mais ansiámos por aprovação de outros, revelando as insatisfações que abanam com a auto-estima e a auto-confiança. Quantas “Selfies” serão necessárias para nos conhecermos melhor?

O consumismo será frenético e exagerado nos próximos anos, porque haverá um maior impulso de ‘TER’ e de não ‘SER’. Seremos ainda mais Teres-Humanos do que já fomos alguma fez e tal atitude, poderá levar a um maior desgaste de recursos que alguma vez se notou. Visto que caminhámos num período em que a tecnologia acompanha os processos evolutivos do ser humano, poderemos assistir a um avanço no transhumanismo, tornando-se possível alterar a nossa condição humana através de tecnologias e intervenções de biohacking: uso de Smart pills ou Smart Drugs, o aparecimentos dos primeiros laboratórios de biohacking e de edição de DNA, e também do Neurohacking (já usado para fins militares, mas muito recente).

Estes novos processos, caso sejam exercitados, irão certamente alterar perspectivas e ideais sobre o mundo tal como o conhecemos. A possibilidade de aperfeiçoar e potenciar habilidades e aptidões físicas poderá ser uma realidade, com o objectivo de maximização das capacidades motoras e mentais do corpo. O mote de Urano se baseará principalmente na actualização, na inovação e na reformulação de áreas tais como: agricultura, estética, cosmetologia, engenharia alimentar e da biotecnologia/médica. O que poderá desafiar também as propagandas e as formas de merchandising relacionadas com os ditos padrões de beleza aceites pela grande maioria.

Revelar-se-á também uma intensa competitividade e mais agressiva, por recursos naturais e da prospecção de novos materiais. E, se a civilização continuar a lapidar, desequilibradamente, os recursos naturais e as diversas matérias-primas, poderemos atrair as fúrias dos 4 ventos, pelo ajuste natural e previsível provocado pelo sistema de auto-renovação da Natureza. O consumismo exercitado nos dias de hoje, não acompanham os ritmos naturais da multiplicação de recursos, portanto, a escassez de alimentos e de outros bens essenciais poderá ser uma realidade dos nossos dias e estes passarem a ser controlados de forma mais restrita com o aparecimento de novas políticas de controlo ambiental. Podemos também assistir a um maior número de desastres naturais e cada vez mais impactantes, em prol de um equilíbrio dos elementos e de tais reajustes naturais.

Astrologicamente falando, a Casa de Touro será intensamente desafiada, principalmente a cada vez que Planetas passarem por Urano no seu percurso moroso nessa área. Dependendo da conjuntura astrológica inerente à Casa de Touro e ao seu Regente, Vénus, a influência uraniana servirá como um indicador de imprevisibilidade e de ruptura enfatizando as preocupações e obsessões associadas ao corpo e à imagem pessoal.

 

Comentários
0
0
0
0