Retrogradação de Mercúrio em Escorpião 2019

Retrogradação de Mercúrio em Escorpião 2019

Mercúrio, o planeta mais falado das Redes Sociais.

A verdade é que em cada ano, as famosas Retrogradações de Mercúrio ocorrem entre 3 a 4 vezes, portanto, nada de novo. Dizer que Mercúrio afecta as transmissões de informação de A para B, que interfere nos processos mentais, na comunicação, nas viagens e na tecnologia, também não é nada de novo. Basta estar atento à sua volta e perceberá como as coisas estão bem confusas ou em processo de sabotagem. A lengalenga é sempre a mesma.

Hoje e mais do que nunca, vivemos atarefados e imersos nas esferas digitais, principalmente aqueles, que nas suas vidas e nos seus ofícios, têm de operar com programas, aparelhos e outros sistemas de informação e tecnológicos. Basicamente, tornam-se a extensão dos nossos processos mentais, racionais que ajudam a calcular, a processar e a optimizar processos com mais eficácia e rapidez. Antes, era tudo feito manualmente, mas o avanço tecnológico permitiu o desenvolvimento de outras capacidades e modos de processamento para a execução de determinadas tarefas. Assim como nos deslocávamos a cavalo, a pé ou de carroça para chegarmos a um determinado local e actualmente temos carro, bicicletas, motos e afins. A mente do ser humano adaptou-se à aceleração e ao movimento frenético das suas actividades e operações e continua em constante expansão, o que vai permitir um maior desenvolvimento das faculdades mentais. Tudo isto, como prelúdio, para chegar à natureza do planeta Mercúrio e o que ele significa nas nossas vidas. Basicamente, Mercúrio tem analogia com tudo o que diga respeito à Mente do ser humano e das várias virtudes, aptidões e faculdades mentais, independentemente dos tempos que vivemos.

Cada Planeta possuiu aquilo que se chama de Significado Universal, ou seja, segundo a sua natureza, comportamento, modo de acção/manifestação e arquétipo, considera-se tudo aquilo que se assemelha com a sua essência como um Assunto ou Significado desse mesmo Planeta.

Ao longo dos tempos o dito astrólogo/magi/mago/ocultista foi atribuindo a natureza de cada planeta a uma determina coisa, segundo a sua essência. Precisava de operar e trabalhar as virtudes inferiores (tudo o que acontece na Terra), estabelecendo um elo com as Virtudes Superiores (tudo o que acontece na Esfera Celeste). Ou seja, o que está em cima é o mesmo que está em baixo (lei hermética) e portanto, como exemplo, uma vez que trabalhava algum assunto de foro militar, tinha que olhar para Marte e para a Lua. Marte porque ressoa com as guerras, competições, conquistas e armas e Lua porque ‘anunciava’ os momentos mais auspiciosos para efectuar uma acção, neste caso, um ataque (acção de Marte).

Os Planetas falam por si lá no alto e o ‘astrólogo’ interpreta os sinais e as diferentes conjunturas reflectidas na Terra, de forma empírica. Portanto, o evento de maior destaque neste momento é a Retrogradação de Mercúrio, não do Planeta em si, que está sempre em movimento, mas do Planeta na perspectiva da Terra, que aparenta abrandar e recuar.

São os Assuntos de Mercúrio que estão em Retrogradação.

Por Significado Universal, Mercúrio é Significador de Trocas, Informação, Transmissão, da Mentalidade, do Intelecto, dos Estudos, das Áreas Científicas e dos Transportes. No corpo humano rege as Mãos e os Braços; nas Profissões os vocacionados nas áreas científicas, tecnológicas e literárias; relativamente às Pedras e Metais rege a esmeralda, o estanho, o vidro e o mármore; é também Significador de pessoas jovens, de natureza jovial e multifacetada, de temperamento sanguíneo e que gostam de estímulos intelectuais e têm prazer em comunicar.

Todas as atribuições acima mencionadas, reflectem parte da natureza de Mercúrio. Há mais coisas que poderiam ser ditas, mas estas são as mais evidentes. O importante a entender é que as naturezas dos Planetas estão reflectidas em tudo o que existe na Terra.

Contudo, em determinadas circunstâncias, esta influência mercuriana manifesta-se de forma positiva ou negativamente, dependendo da forma como a reconhecemos e a projectámos.

 

Quando Mercúrio recua

Quando as efemérides anunciam esta aparente Retrogradação, a imagem dos céus revela um período atribulado e perturbador relativamente a Mercúrio e de aquilo que ele significa, seja no sentido universal, no colectivo e pessoal (de acordo com o mapa astrológico).

Geralmente, Mercúrio torna-se um agente do caos, da desilusão, da incompreensão e da negligência nestas fases. Se, trocarmos Mercúrio por Mente, neste contexto, então poderia afirma que a Mente engana, distorce e faz maus julgamentos sobre aquilo que filtra e processa. Sim, mas esse tipo de coisas acontece o ano todo, não é? Exactamente, é algo normalíssimo, errar e criar confusão sobre algum assunto. Contudo, quando a Mente retrograda, do ponto de vista astrológico, a sua natureza e modo de acção altera-se e processos pessoais como sabotagem, alienação, confusão, melancolia e falta de motivação são mais notórios e com isso, tudo aquilo com que operámos e usámos como ferramentas de apoio às capacidades mentais podem falhar. Em outros termos, as “sinapses falham” e os “pensamentos confundem o pensador”. Isto pode revelar-se pela desatenção na condução de um carro, da sua manutenção ou na provocação de um acidente, no esquecimento do PIN do cartão de crédito, na falta de backup de um trabalho ou informação, problemas com burocracias e outras legalidades por negligência, na incompreensão de um argumento ou de uma perspectiva enganosa sobre um problema pessoal, enfim, todas estas coisas que normalmente fazemos em piloto automático e que aparentam dificultar a vida mundana.

Do ponto de vista astrológico, de facto, não demonstra grande reputação sobre estas alturas. Inclina para um maior distanciamento social e alienação sobre a realidade em que se vive, mas impele para uma maior descoberta pessoal e expansão criativa e do imaginário. Sim, ninguém esta livre destes infortúnios mesmo depois destas Retrogradações, mas é mais notória, a desatenção e a famosa condição “cabeça na Lua”. Porque, de facto, a Mente também precisa de alguns períodos para cessar as suas operações autómatas e desfragmentar todo o lixo e nojeira mental, promovendo a higiene mental e mais espaço para produzir, criar e processar com mais leveza. O marasmo e a confusão abundam nestas alturas, porque o lado lógico, parece não existir. Mas, em alturas como estas que temos a oportunidade de trabalharmos mais aquilo que somos, sem a confusão do dia-a-dia e da constante preocupação que stressa a todo o momento, de reconhecermos as cores e as imagens que formam as nossas paisagens internas, principalmente, de permitirmos sonhar mais longe e de forma mais penetrante.

 

Mercúrio, o Encantador de Serpentes

É em Escorpião que assistiremos à loucura desta Retrogradação de Mercúrio, aproximadamente até 20 de Novembro. A lengalenga do “não viajes, não assines contractos e não saias de casa” volta a ser lançada nas redes sociais como uma sirene alertar o pânico da temporada e o possível apocalipse.
O seu recuo no signo de Escorpião carrega uma mensagem importante, a Reconciliação!
Então Mercúrio navega pelas águas deste signo fleumático provocando as correntes do passado que ainda não cessaram os seus movimentos e fluxo e que se ramificam pelas paisagens internas. Em meio de tumultos das águas emocionais surgem velhas memórias, pesadelos antigos, sonhos e fantasias outrora criadas assim como as sensações e estímulos que se inflitam nos pensamentos do quotidiano, aproveitando as brechas e as feridas que ainda não cicatrizaram. Padrões que se repetem e antigos conhecidos que voltam a marcar presença nas nossas vidas sob os mais diversos pretextos, como algo no inconsciente lhes sussurrasse, impulsionados por uma força subtil e conspiratória a agirem por velhos impulsos, por necessidades, anseios e pelo êxtase. São forças que conspiram por novos encontros, propiciando uma revisão de tais momentos em diferentes circunstâncias, num deja vu de sensações.
Falo de um Mercúrio que tenta lidar com o veneno de Escorpião, que impele à procura de cura, medicinas e sabedoria, mas principalmente, de reconciliação e de pacificação com tais processos que ainda teimam e condicionam em circunstâncias actuais. É na verdade uma influência de tormento, hostil, mas gratificante para aqueles que pretendem ir ao encontro do equilíbrio e de um reencontro com o seu génio, com a sua autenticidade e de se religarem com o presente de uma forma mais clara e saudável. Mercúrio encanta as velhas serpentes e os esqueletos deixados no armário produzindo um clima frenético e agitado onde os pensamentos sombrios e confusos se misturam caoticamente em prol da balança da justiça pessoal e de um ajuste nas “frequências” que emitimos para tudo o que nos rodeia.

Até 20 Novembro, boa Retrogradação e Desfragmentação!

Comentários
0
0
0
0