Marte Retrógrado 2018

Urano em Taurus, e os Mil Sacrifícios de Ashwamedha
17 Maio, 2018
Retrogradação de Vénus – 2018
5 Outubro, 2018
Mostrar tudo

Marte Retrógrado 2018

Entre 27 de Junho e 26 de Agosto 2018, irá ocorrer a Retrogradação de Marte nos signos de Aquarius e Capricornius, ambos signos da natureza de Saturno. Este período será desafiador e irá testar as nossas ideias definidas sobre o significado do poder pessoal, e como o tem usado na sua vida.

Se Aquarius enaltece os princípios da inovação, revolução e da liberdade, Saturno defende o conservadorismo, os protocolos e a tradição – este ciclo irá tecer os aspectos inovadores com o tradicionalismo, perfeito para a compreensão do que é considerado convencional e não-convencional.

O tipo convencional é aquele que é conservador, segue os princípios tradicionais, não se adapta e contraria novas ideias. Enquanto o não-convencional rege-se pelo inverso: não segue regras tradicionais, foge do comum e do que é convencional, e procura uma abordagem progressista.

Ambos os signos, seja qual for a conjuntura do seu mapa natal, irão testemunhar esta dualidade provocada pela natureza alterada de Marte.

Existem apenas cinco notas na escala musical, mas as suas variações são tantas que nem todas podem ser ouvidas. Existem apenas cinco cores básicas, mas as suas variações são tantas que nem todas podem ser vistas. Existem apenas cinco sabores básicos, mas as suas variações são tantas que nem todos podem ser provados. Existem apenas dois tipos de ataque numa batalha, o ataque surpresa não-convencional e o ataque direto convencional, mas as variações do não-convencional e do convencional são infinitas. O não-convencional e o convencional dão origem um ao outro, como um círculo sem começo – quem poderia cansá-los?

Sun Tzu, um dos mais famosos generais da história, conhecido pela sua visão e filosofia sobre a guerra, explica de forma prática a abordagem convencional, a não-convencional e as possíveis variações que determinam as batalhas, que também podem ser as da nossa vida. Também o poder pessoal pode ser usado de diversas formas, e aqui emerge as personificações de Marte: o Guerreiro e o Ferreiro.

Este planeta significa o movimento da intenção à acção, da exteriorização das vontades próprias no espaço ou ambiente que o(a) cerca. A forma da nossa acção marcial, em ataque ou defesa, com uma espada ou com escudo, será o cerne da nossa questão ao longo deste período. Opta por um tipo de vida mais espartano ou deixa-se ficar pela fornalha a forjar o aço, enquanto ocorre uma grande batalha? Há uma diferença entre usar as armas (poder pessoal) que dispõe para expandir as periferias do seu Guerreiro interior, ou deixar-se acomodar com o que constrói para si. Embora, os dois sentidos figurativos sejam importantes – o Guerreiro e o Ferreiro fazem parte das suas conquistas pessoais. Deve perceber qual deles, o mais útil para as acções desejadas.

Portanto, em fase de Retrogradação de Marte, viverá de forma mais consciente a dualidade entre o Guerreiro e o Ferreiro.

A influência deste período provoca uma espécie de ‘efeito boomerang’ de situações de acção/inação relativamente a medos, e metafisicamente falando, de carmas.

Apesar de tudo estar em aparente mudança, há situações que permanecem sempre idênticas, porque não reagimos, ou não temos ideia do poder pessoal que reside em nós.

As fases de retrogradação de Marte são peculiares nesse aspecto, demonstram retornos: um(a) ex-namorado(a) que tenta de novo; familiares que invocam os traumas do passado; de um filho que volta para o abrigo da mãe; de um superior que torna-se outra vez autoritário…

Estes retornos, na essência,são frutos de maus investimentos, de más decisões, incompreensões, de arrependimentos, de feridas abertas, de falhanços não reconhecidos e do mau uso do poder pessoal.

A Retrogradação de Marte, sendo uma espécie de ‘anomalia celestial’ raramente promete finais felizes. Apenas revela aquilo que é preciso ser transformado, através do fogo da fornalha – no sentido de realizar a alquimia desses processos, através da austeridade, da destemperança, e do calor.

Caso reconheça que o boomerang vem na sua direcção, ou sente que deve retornar a uma determinada situação, faça-o com valentia, coragem e com ambivalência, mas não fique indiferente e a chorar pelo ‘sangue derramado’. Como recomendação astrológica, deixe que este ciclo acabe antes de desenhar alguma conclusão final, ou da intenção de criar algum compromisso a longo prazo sob uma situação reincidente.

Estes ciclos também estão relacionados com inconvenientes flutuações dos níveis de energia, podendo sentir-se entre o entorpecimento e o êxtase, como uma experiência louca numa montanha-russa. Especialmente, o tipo de pessoas que possuem um temperamento colérico mais acentuado, ou da natureza de Marte: o tipo confiante, cheio de vigor e determinado, pode-se tornar descontrolado, agressivo e com falta de entusiasmo. Tente equilibrar os seus níveis de energia durante a temporada do Verão, especialmente promova a higienização mental, pois será um dos corpos mais influenciados por esta dinâmica astrológica.

Partilhas